Fotografia: DM

Câmara de Braga e empresas municipais juntas em projeto social inovador

Vereadora Carla Sepúlveda destacou impacto do projeto na melhoria da qualidade de vida dos mais carenciados.

Joaquim Martins Fernandes
10 Mai 2022

Criar um Banco de Bens e Equipamentos novos e usados, destinados aos munícipes mais carenciados. É o grande objetivo do projeto social lançado pela Empresa Municipal de Habitação de Braga (Braga), em colaboração com o Pelouro da Coesão Social da autarquia e com a Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga (AGERE). O projeto apresentado ontem pelo administrador executivo da Bragahabit foi apontado como sendo «exemplar» pela vereadora da Coesão Social do Município de Braga. Carla Sepúlveda está convicta de que «o projeto vai contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que mais precisam». Embora tendo consciência de que «são muitas as famílias vivem com carências de vária ordem», a autarca revelou-se convicta de que «o apelo à responsabilidade social de cada bracarense» terá resposta adequada.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up