Fotografia: DR

Mais de 40 mil flores naturais exaltam jardins e festas de Viana do Castelo

Mais de 40 mil flores naturais, espalhadas por Viana do Castelo, exaltam, entre sexta-feira e domingo, a sua importância na decoração dos espaços verdes da cidade e, em festas e romarias do concelho associadas à flor.

Redação/LUSA
9 Mai 2022

Em comunicado hoje enviado às redações, a Câmara de Viana do Castelo adiantou que as atividades previstas para os três dias integram o programa “Viana Florida”, lançado há oito anos para projetar a tradição da arte floral como atração turística.

O primeiro “jardim florido” vai ser montado, na sexta-feira, em pleno centro histórico para comemorar os 50 anos da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM). A preparação do jardim de flores naturais começa às 10:00, na Praça da República.

Ainda na sexta-feira, às 19:00, no jardim público, na frente ribeirinha da cidade, vai ser confecionado um tapete de sal, pelas gentes da ribeira.

No fim de semana, o jardim público vai ser também palco da iniciativa “Encontro das Festas Floridas”, dedicado às três romarias do concelho associadas à flor.

A festa das Rosas, em Vila Franca, é conhecida pelos seus cestos floridos. Naquela festividade, com 397 anos e que abriu o ciclo de romarias no Alto Minho, os cestos feitos de milhares de pétalas de flores e que chegam a pesar mais de 50 quilos, são transportados, na cabeça, por jovens mordomas numa demonstração de orgulho e fé.

Já a tradição dos andores floridos de Alvarães, ‘ex-libris’ da festa de Santa Cruz, que decorre dias 21 e 22, remonta a 1946. Os andores são também confecionados com milhares de pétalas fixadas com uma cola feita à base de farinha e água, que permite mantê-las, por vários dias, viçosas e coloridas, formando desenhos com motivos religiosos, paisagísticos e monumentais. Um trabalho minucioso que envolve toda a freguesia e que transforma os andores em verdadeiras obras de arte popular.

O encontro inclui ainda o Arco Festivo de Vila Mou, principal atração da festa em honra de Nossa Senhora da Encarnação que decorre entre os dias 01 e 06 de junho.

Trata-se de uma estrutura em madeira, com cerca de 18 metros de altura, construída em quatro andares revestidos de ramos de bucho e ornamentados com flores. Os espaços entre os quatro andares do arco são preenchidos com vimes pintados de branco e com uma estrela de oito pontas pintada a vermelho.

O programa “Viana Florida” inclui ainda a recriação da obra “O Beijo” de Gustav Klimt, pelos alunos do 6.º ano, turma B, da escola Frei Bartolomeu dos Mártires, exposições, uma feira de flores e jardinagem, ‘ateliês’ de artes florais para crianças, e um festival de flores, que irá criar arranjos florais de grandes dimensões.

Durante o fim-de-semana, haverá ainda um feirão com petiscos tradicionais, atividades infantis com insufláveis e animação musical de rua.

À quarta-feira, durante todo o mês de maio, o museu do Traje recebe a iniciativa “Flores e Geometrias”, atividade destinada ao público entre os 6 e os 10 anos.





Notícias relacionadas


Scroll Up