Fotografia: DM

Apoio domiciliário tem de ser encarado como primeira escolha no apoio aos idosos

Posição defendida no Congresso dos Enfermeiros que decorre em Braga

José Carlos Ferreira
6 Mai 2022

O presidente do Secretariado Nacional da União das Misericórdias Portuguesas defendeu hoje no Congresso da Ordem dos Enfermeiros, que decorre em Braga, até amanhã, que a primeira prioridade na assistência aos idosos vai ter que deixar de ser os Lares de Terceira Idade e passar para o Apoio Domiciliário.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up