Fotografia: Avelino Lima

Obras na Igreja Matriz de Vila do Conde são o «primeiro passo de um caminho a percorrer»

A intervenção representa um investimento de 579.836 euros e conta com participação do FEDER de 492.860 euros.

Rita Cunha
28 Abr 2022

O «primeiro passo de um caminho a percorrer» foi dado na manhã de hoje, em Vila do Conde, com a assinatura do Auto de Consignação para a execução de obras na Igreja Matriz, que abrangem as coberturas e a torre sineira, representando um investimento na ordem dos 580 mil euros.

Na sessão, que teve lugar no Salão Nobre da Câmara Municipal de Vila do Conde, o presidente da autarquia vincou o significado do «momento especial», o qual considerou «um passo muito importante» em prol da conservação da Igreja Matriz, «o primeiro de vários» que têm de ser dados.

Realçando a importância que a Igreja Matriz tem no concelho enquanto marco identitário – «não há Vila do Conde sem a Igreja Matriz e não há Igreja Matriz sem Vila do Conde» -, Vítor Costa salientou a necessidade de se proceder a esta intervenção que, contudo, «sabe a pouco» pois «precisamos de muito mais».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up