Fotografia: Francisco de Assis

Procissão em Belinho levou comunhão pascal aos doentes em ruas decoradas com fé e criatividade

Paróquia e freguesia de Belinho e Câmara Municipal de Esposende querem classificar a procissão como património imaterial português

Francisco de Assis
24 Abr 2022

A freguesia de Belinho, em Esposende, voltou hoje a engalanar-se e a atapetar as ruas com flores e diverso material reciclado, com vista à passagem da Procissão dos Enfermos, que visa levar a comunhão pascal aos doentes.

Apesar da chuva sempre ameaçadora, os belinhenses e visitantes mostraram persistência, venceram o medo e a percorreram os lugares, naquele que é, provavelmente o momento de maior divulgação da freguesia e que melhor consolida o espírito comunitário.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up