Fotografia: Avelino Lima

Nova edição da revista Bracara Augusta contribui para «uma visão mais profunda» da cidade

A publicação pode ser adquirida na Casa dos Crivos, Posto de Turismo e Balcão Único de Braga pelo valor de 15 euros.

Rita Cunha
20 Abr 2022

Foi esta tarde apresentada, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Braga, mais uma edição da revista cultural Bracara Augusta, que apresenta estudos que contribuem, em diversas áreas do conhecimento, «para uma visão mais profunda da história da cidade» entre os séculos XVII e XIX.

Na sessão, o diretor da revista destacou o «extenso trabalho» de Franquelim Neiva Soares sobre o Livro de Visitações de Santiago da Sé (1619-1725), manuscrito que o autor «dá a conhecer e estuda pormenorizadamente, pondo ao nosso alcance uma importante fonte histórica não apenas para a Arquidiocese de Braga, mas para a vida da cidade em múltiplos aspetos», assim como os textos de Aurélio de Oliveira e Norberto Tiago Gonçalves Ferraz.

Já o presidente da Câmara Municipal de Braga congratulou-se ainda com a vitalidade da revista, a caminho do seu 90.º aniversário. «É importante ter no concelho matérias e autores que não se esgotam e que dão um contributo rico a cada uma das edições», disse Ricardo Rio, desafiando à disponibilização dos conteúdos em formato digital, de modo a que a informação chegue a mais pessoas.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up