Fotografia: Avelino Lima

Equipamento de reanimação neonatal vai permitir «salvar vidas» em Famalicão

O Centro Hospitalar do Médio Ave, em Vila Nova de Famalicão, dispõe de um novo equipamento de reanimação neonatal, o qual permitirá «salvar vidas», vincou o presidente do Conselho de Administração do CHMA, hoje, durante uma visita do presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, àquela unidade hospitalar. O instrumento, de «última geração», vem dar resposta […]

Rita Cunha
20 Abr 2022

O Centro Hospitalar do Médio Ave, em Vila Nova de Famalicão, dispõe de um novo equipamento de reanimação neonatal, o qual permitirá «salvar vidas», vincou o presidente do Conselho de Administração do CHMA, hoje, durante uma visita do presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, àquela unidade hospitalar.

O instrumento, de «última geração», vem dar resposta a uma necessidade do hospital famalicense, servindo de auxílio à respiração cardiopulmonar de recém-nascidos. Orçado em 15 mil euros, contou com uma comparticipação do município de 7.500 euros, tendo o restante valor sido suportado por empresários do concelho.

António Barbosa vincou que este «equipamento novo» vai «permitir salvar vidas». «No momento do nascimento há bebés que precisam de uma assistência especial, neste caso de um ressuscitador, e, uma vez mais, a colaboração que o Centro Hospitalar tem com a Câmara Municipal permite que encontremos estas sinergias», disse.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up