Fotografia: DM

Páscoa convida as famílias a viverem a alegria do Evangelho

Arcebispo de Braga na homilia do domingo da Ressurreição do Senhor.

Redação/Ecclesia
17 Abr 2022

O Arcebispo de Braga considera que a visita pascal «é uma ocasião boa para recordar nas famílias cristãs a constante presença de Deus, fonte e origem de toda a bênção; para convidar a viver a alegria do Evangelho e para exortar aos pais e aos filhos a promoverem o seu mistério específico de “Igreja doméstica”».

Na homilia do Domingo de Páscoa da Ressurreição do Senhor, proferida esta manhã, na Sé Catedral de Braga, D. José Cordeiro afirmou que «da Quaresma à Páscoa é uma grande peregrinação de Esperança». «A Semana Santa é uma grande manifestação pública da fé. E, depois, ao longo do tempo pascal e em cada dia do ano?», interrogou.

O prelado destacou a «novidade perene» da Páscoa, sublinhando que «o encontro com o Ressuscitado transfigura o coração».

D. José Cordeiro afirmou que «não é fácil aceitar a novidade perene da Páscoa! Não é fácil aceitar as surpresas da vida!», ao destacar a atitude do discípulo que, chegado ao sepulcro, «viu e acreditou».

O responsável católico convidou todos a «acolher o precioso dom e o compromisso da fraternidade e do cuidado integral».

«A todos e a cada um desejamos uma Santa Páscoa, que se prolonga na oitava e por todo o tempo pascal até ao Domingo de Pentecostes: aos Presbíteros, aos Diáconos, às Pessoas Consagradas, aos movimentos e grupos, às Confrarias e Irmandades, às Ipss’s, aos fiéis das 552 paróquias, dos 14 Arciprestados, às autoridades civis, académicas, militares, das forças de segurança e da saúde», declarou.

A homilia pode ser lida na íntegra aqui.





Notícias relacionadas


Scroll Up