Fotografia: DR

Semana Santa de Braga já é Património Cultural Imaterial Nacional

Comissão anuncia inclusão no Inventário pela Direção Geral do Património Cultural.

Redação
14 Abr 2022

A Direcção-Geral do Património Cultural incluiu a Quaresma e as Solenidades da Semana Santa de Braga no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial de Portugal.

A distinção acaba de ser anunciada num comunicado conjunto da Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga, da Arquidiocese de Braga e do Município de Braga.

«A Quaresma e as Solenidades da Semana Santa de Braga fazem parte, a partir de hoje, dia 14 de Abril, do Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial de Portugal», lê-se.

A proposta, agora aprovada, foi apresentada pelo Município de Braga à Direcção-Geral do Património Cultural em 2016, tendo contado com a «participação ativa» da Comissão da Quaresma e das Solenidades da Semana Santa de Braga, através das entidades que integram a mesma comissão.

Citado no comunicado, o Arcebispo de Braga, D. José Cordeiro, afirma que a inclusão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial «é mais um passo no reconhecimento formal do lugar central destas celebrações na sociedade civil bracarense e minhota».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up