Fotografia: DM

GNR regista mais de 150 contraordenações em fiscalização a transporte de mercadorias

As ações de fiscalização ao transportes de mercadorias, sobretudo as perigosas, foram orientadas para “as vias mais críticas”

Redação/Lusa
13 Abr 2022

A Guarda Nacional Republicana (GNR) registou mais de 150 contraordenações na operação de fiscalização de transportes rodoviários de mercadorias que terminou no domingo, anunciou a corporação.

Em comunicado hoje divulgado, a GNR faz um balanço da operação, desenvolvida entre 04 e 10 de abril em colaboração com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I.P. e durante a qual foram registadas 159 contraordenações, a maior parte (51) relacionadas com a utilização de tacógrafos e o incumprimento dos tempos de condução e repouso.

Segundo a GNR, as ações de fiscalização ao transportes de mercadorias, sobretudo as perigosas, foram orientadas para “as vias mais críticas” e onde se verifica um maior volume de tráfego deste tipo de veículos.

Das contraordenações registadas pelos militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito (UNT), 28 envolveram equipamentos de bordo, 22 estavam relacionadas com os documentos de bordo, 19 com operações de transporte de mercadorias perigosas e 13 com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.





Notícias relacionadas


Scroll Up