Fotografia: DR

GNR realizou mais de 3.100 transportes de órgãos desde 2008

16.667 quilómetros percorridos no total.

Redação/Lusa
7 Abr 2022

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou desde 2008 mais de 3.100 transportes de órgãos entre vários centros hospitalares do país com a “missão diária de salvar vidas”.

Este ano, a GNR já fez 68 transportes de órgãos, empenhou 126 militares e percorreu 16.667 quilómetros.

Em comunicado e para assinalar o Dia Mundial da Saúde que hoje se comemora, a GNR precisa que desde 2008 já realizou 3.183 transportes, que envolveram cerca de 6.181 militares e percorridos mais de 630 mil quilómetros.

Entre os distritos com mais transportes requisitados estão Lisboa (693), Setúbal (522), Coimbra (462) e Viseu (292).

A GNR lembra que desde 1994, através da sua valência de trânsito, desempenha a missão de transporte de órgãos entre vários centros hospitalares.

“Após o contacto da Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, a GNR mobiliza de imediato uma patrulha de trânsito que fará o transporte do órgão, nas condições térmicas exigidas, até ao bloco operatório da unidade hospitalar requisitante, no mais curto espaço de tempo”, é referido na nota.

Destaca também que compete à GNR “chegar ao destino no menor tempo possível, contribuindo deste modo para o salvamento de mais uma vida”.





Notícias relacionadas


Scroll Up