Vídeo: Miguel Viegas

Concelho transmontano dá novo impulso ao turismo de natureza.

Luísa Teresa Ribeiro
5 Abr 2022

Carrazeda de Ansiães conta com cinco novos percursos pedestres homologados. O concelho fica com uma rede de oito trilhos que permite descobrir a diversidade paisagística do território, que espera a visita dos turistas minhotos.

A panorâmica do Douro ladeado pelos montes com socalcos, os muros apiários, a ponte de pedra que permite atravessar o pequeno rio que corre silencioso ou a natureza a florir depois do sono de inverno são algumas das imagens marcantes do Trilho do Miradouro da Cova Escura, com partida e chegada em Vilarinho da Castanheira, Carrazeda de Ansiães, distrito de Bragança.

Este novo percurso foi inaugurado com bênção em conjunto com o Trilho da Aldeia dos Moinhos, no passado dia 27 de março, marcando o alargamento das opções que o concelho disponibiliza aos apreciadores das caminhadas. Os cinco novos traçados ficam na zona do Douro, juntando-se aos três que já existiam no Vale do Tua.

Cerca de 150 pessoas, entre as quais um casal de Esposende, puserem pés ao caminho na estreia dos traçados, que podem ser percorridos de forma isolada ou conjugados, uma vez que têm um troço em comum, perfazendo no total cerca de 18 quilómetros.

Promovidas pela Câmara Municipal, as cinco pequenas rotas foram implementadas no terreno pela empresa PORTUGALNTN e homologadas pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, dando assim garantias de segurança a quem as percorrer de forma autónoma ou num grupo com guia.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, esta aposta vem complementar a oferta do concelho no âmbito do turismo de natureza, área que tem vindo a ganhar importância na economia deste município que fica a cerca de 150 quilómetros de Braga.

João Gonçalves refere que a diversificação dos percursos se dirige à população local, mas também foi pensada na perspetiva da captação de visitantes, numa altura em que há cada vez mais adeptos do pedestrianismo e das atividades ao ar livre.

O autarca nota, por um lado, que tem aumentado o hábito das caminhadas entre os munícipes e, por outro, que a organização de eventos nos trilhos atrai visitantes que aproveitam para passar o fim de semana no concelho. «Para além de poderem apreciar as belezas paisagísticas de Carrazeda de Ansiães, as pessoas têm a oportunidade de cuidar da sua saúde física e mental com as caminhadas na natureza», diz.

O edil destaca a aposta na ligação aos agentes locais, para que a rede de trilhos seja uma alavanca para a economia concelhia.

O autarca destaca a preocupação de haver a interação com as associações e com as pessoas das aldeias, uma vez que estas atividades trazem «alguma vida e movimento» às localidades. Nesta linha, a caminhada inaugural culminou com um almoço que juntou os participantes e a comunidade local.

Ao mesmo tempo, os percursos pedestres são um convite para que os caminhantes descubram o património do concelho. Neste caso, ainda antes da partida, os pedestrianistas visitaram o Museu da Memória Rural, que tem a sua sede em Vilarinho da Castanheira, onde se destaca o ciclo do vinho e os ofícios tradicionais.

A visita desperta a curiosidade para descobrir os núcleos museológicos espalhados pelo território: moinho de vento de Carrazeda de Ansiães, moinhos de rodízio do Ribeiro do Couto, lagar de azeite da Lavandeira e telheira de Luzelos, a que em breve se vai juntar uma estrutura dedicada ao ferreiro e ferrador, em Seixo de Ansiães.

João Gonçalves confirma que a criação e dinamização destas infraestruturas tem contribuído para que haja mais investimento privado na área do turismo, quer já concretizado quer em projeto, designadamente na restauração, alojamento local e serviços prestados aos visitantes.

«As principais atividades económicas do concelho são muito baseadas na agricultura, principalmente na vinha e no vinho, na produção de maçã e de azeite. O turismo pode e deve ser uma atividade económica complementar e um pilar importante a explorar dadas as caraterísticas do território e a diversidade de oferta que pode proporcionar, seja no património natural e cultural, na gastronomia e vinhos e na hospitalidade dos carrazedenses», afirma ao Diário do Minho.

Caminhadas em abril e maio

Carrazeda de Ansiães prossegue em abril e maio a inauguração dos novos trilhos do concelho.

No dia 24 de abril vão ser inaugurados os trilhos da Fraga das Ferraduras e das Queda d’Alto. As inscrições podem ser feitas até 21 de abril.

Para 29 de maio está marcada a inauguração do Trilho Fraga da Ola, sendo que as inscrições decorrem até 26 de maio.

A inscrição pode ser feita na Loja Interativa de Turismo ou no site da Câmara Municipal. A participação sem almoço é gratuita e com almoço custa 7 euros.




Outras Reportagens


Scroll Up