Fotografia: DR

Vieira do Minho é o município do distrito de Braga mais amigo das famílias na hora do IRS

Amares, Barcelos, Esposende, Guimarães e Póvoa de Lanhoso cobram taxa máxima

Joaquim Martins Fernandes
4 Abr 2022

As famílias residentes no concelho de Vieira vão este ano ter um desconto de 5 por cento na taxa do IRS. Isso porque a Câmara Municipal decidiu abdicar da totalidade da receita a que tinha direito sobre a totalidade do IRS que o Fisco vai cobrar em 2022 no concelho, por conta dos rendimentos auferidos em 2021.

Os dados publicados pela Autoridade Tributária e Aduaneiro fazem saber que o Município vieirense aplica este ano uma taxa de zero por cento, o que permite que cada contribuinte titular de rendimentos residente no concelho vá este ano pagar apenas 95 por cento da taxa máxima.

Os dados divulgados pelo no Portal das Finanças (www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/consultarTaxasIRSMunicipios.action) dão conta que mais nenhum outro município do distrito de Braga abdica da totalidade da receita, embora haja mais sete câmaras municipais que aplicam taxa reduzida para a cobrança de IRS que arrancou no dia 1 de abril e que termina em 31 de julho.

O Município de Braga aplica uma taxa de 3,75 por cento, Cabeceiras de Basto encaixa 2 por cento dos 5 por cento a que tinha direito, Celorico de Basto abdica de um por cento e cobra 4 por cento, a Câmara Municipal de Fafe cobra apenas 3 por cento, o Município de Vila Nova de Famalicão abdica de 0,5 por cento da taxa, cobrando 4,5 por cento, e a Câmara de Vizela aplica uma taxa de 3,5 por cento.

Já as câmaras municipais de Amares, Barcelos, Guimarães e da Póvoa de Lanhoso aplicam a taxa máxima de IRS a que têm direito.

As Finanças nada dizem sobre as taxas de IRS a aplicar nos concelhos de Terras de Bouro e de Vila Verde.

 

 

 





Notícias relacionadas


Scroll Up