Fotografia: DR

AEVH quer alagar-se a Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso e Montalegre

José Manuel Lopes reeleito presidente para o triénio 2022-2024.

Redação
25 Mar 2022

 empresário vilaverdense José Manuel Lopes foi reeleito presidente da Associação Empresarial do Vale do Homem (AEVH) para o triénio 2022-2024.

A eleição decorreu  quinta-feira, na Assembleia-Geral Eleitoral realizada no Auditório da EPATV, na qual os associados presentes aprovaram, também, por unanimidade, o Relatório de Atividades e a Conta de Gerência de 2021, bem como o Plano de Atividades e Orçamento para os próximos anos.

A instalação da Sede, em Vila Verde, e das Sedes/Filiais, em Amares e Terras de Bouro, reforçadas com meios físicos e humanos, o crescimento territorial a Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso e Montalegre, o reforço da formação e a disponibilização de novos meios tecnológicos para o comércio, indústria e serviços com base no aproveitamento dos fundos comunitários, são as prioridades do mandato que agora se inicia, tendo por base o Plano Plurianual 2022-2024 agora aprovado.

«Queremos dar continuidade à afirmação da AEVH no território e na Região, bem como reforçar a sua influência junto dos empresários e empresas para valorizar o tecido empresarial de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, sabendo que, para tal, precisamos de envolver todos e criar dinâmicas que permitam alcançar um objetivo central: crescer de forma sustentável», afirmou o reeleito presidente.

A realização da Gala Anual do Empreendedorismo no Vale do Homem, a multiplicação de atividades dirigidas ao comércio local, a abertura aos mercados externos emergentes e a participação em feiras e congressos internacionais estão também na linha das prioridades.

«É um Plano ambicioso, mas possível, se tivermos o envolvimento de todos, incluindo os parceiros institucionais, e a capacidade de caminhar de forma sustentável», acrescentou José Manuel Lopes.

João Luís Nogueira, presidente do Conselho de Administração da EPATV, continua a liderar a Mesa da Assembleia-Geral, e o amarense António Paredes, CEO da empresa SAP-Metal, mantém-se no topo do Conselho Fiscal.

[Notícia na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up