Fotografia: DR

Fernando Santos lembra boa resposta lusa em jogos “a doer”

Portugal e Turquia jogam na quinta-feira, a partir das 19h45, no Estádio do Dragão, no Porto, em encontro das meias-finais do caminho C dos ‘play-offs’ europeus de acesso à fase final do Mundial2022, que será dirigido pelo alemão Daniel Siebert.

Pedro Vieira da Silva / Lusa
23 Mar 2022

O selecionador Fernando Santos manifestou-se hoje confiante na vitória de Portugal sobre a Turquia, para os ‘play-offs’ de acesso ao Mundial-2022 de futebol, e recordou que os lusos costumam dar-se bem em jogos a ‘doer’.

“Em jogos decisivos, em jogos de final, Portugal tem dado uma resposta positiva, à exceção do último jogo [com a Sérvia]. É um fator positivo, estes jogadores têm muita experiência e não se deixam influenciar”, disse o selecionador luso, em conferência de imprensa.

Apesar de ter assumido publicamente que deixa o cargo de selecionador caso os lusos falhem um lugar no Qatar, Fernando Santos apenas está concentrado no desafio de quinta-feira, no Estádio do Dragão, e deixou claro que não pensa mais na derrota com a Sérvia (1-2), que atirou Portugal para esta situação perigosa.

“Estou só focado na final que temos de disputar amanhã [quinta-feira]. Sabemos o que temos de fazer, a equipa está concentrada e motivada. Estamos aqui por responsabilidade nossa e assumimos isso. Em primeiro lugar, sempre o treinador. Mas, isso é passado e sabemos que queremos estar no Campeonato do Mundo”, assegurou.

Portugal e Turquia jogam na quinta-feira, a partir das 19:45, no Estádio do Dragão, no Porto, em encontro das meias-finais do caminho C dos ‘play-offs’ europeus de acesso à fase final do Mundial2022, que será dirigido pelo alemão Daniel Siebert.

Quem vencer este duelo recebe, na terça-feira (29 de março), o vencedor do embate entre Itália e Macedónia do Norte, que também se defrontam na quinta-feira, em Palermo. Se Portugal passar, volta a ser anfitrião no Dragão.

Portugal procura a oitava presença em Mundiais, e quinta consecutiva, depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018, enquanto os turcos tentam apenas a terceira, após 1954 e 2002.





Notícias relacionadas


Scroll Up