Fotografia: DM

Município avança com projeto inclusivo nas escolas através das artes

Projeto “CAPACIT’ARTE” é para continuar e alargar.

Jorge Oliveira
22 Mar 2022

O Município de Braga assinalou hoje na Escola EB 2,3 Frei Caetano Brandão, em Maximinos, o lançamento do projeto “CAPACIT’ARTE – Pontes para a Inclusão”, que visa promover nos jovens a arte, tornando-a acessível a todos os públicos, independentemente das suas limitações.

A vereadora da Educação, Carla Sepúlveda, que acompanhou uma atividade com crianças portadoras de deficiência, indicou que este projeto, desenvolvido em parceria com a  Cooperativa de Ensino Artístico – CEA está a ser implementado, numa fase inicial, em seis Agrupamentos de Escolas do Concelho de Braga, nomeadamente os de Maximinos, Alberto Sampaio, André Soares, Sá de Miranda, Carlos Amarante e Real.

Destinado a crianças e jovens entre os 3 e 18 anos, o “CAPACIT’ARTE – Pontes para a Inclusão” envolve cerca de uma centena alunos daqueles agrupamentos que não fazem as aprendizagens do currículo nacional, mas aprendizagens substitutivas, significativas para o seu desenvolvimento pessoal e social.

«Precisamos cada vez mais de comunidades inclusivas para diminuir as diferenças, dar a oportunidade a todos, e tudo faremos para que estes jovens e crianças tenham as mesmas oportunidades e desenvolvimento e possam experimentar atividades que podem fazer a diferença na vida deles», disse a autarca.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up