Fotografia: Francisco de Assis

Minhotos desafiados a comprar obras de arte na loja do Museu da Sé para ajudar a Ucrânia

A campanha chama-se “Uma peça pela paz”

Francisco de Assis
21 Mar 2022

«A caridade é inventiva até ao infinito». Esta frase de São Vicente de Paulo, adaptada pelo cónego João Paulo Coelho Alves, do Cabido da Sé de Braga, enquadra-se perfeitamente em mais esta iniciativa solidária para ajudar o mártir povo ucraniano.

É neste âmbito que os minhotos e não só são desafiados, entre hoje e o dia 31 de março, a comprarem obras de arte, “Uma peça pela paz”, que estão expostas na Loja do Tesouro-Museu da Sé, feitas e doadas generosamente por 31 artistas, também eles minhotos, precisamente para auxiliar o povo ucraniano, vítima da invasão da Rússia.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up