Fotografia: DM

Arcebispo de Braga convida a olhar S. José como modelo

D. José Cordeiro presidiu pela primeira vez à festa de S. José na paróquia de S. José de S. Lázaro.

Jorge Oliveira
19 Mar 2022

O Arcebispo de Braga, D. José Cordeiro, convidou hoje os cristãos a olharem para S. José como um modelo de vida, ele que foi um «grande homem», um homem «sem medo» e o «primeiro evangelizador» no seu tempo, juntamente com Maria.

Na festa em honra de S. José a que presidiu na paróquia de S. José de S. Lázaro, em Braga, o prelado referiu que o Pai adotivo de Jesus «sabia ler a realidade, o seu quotidiano, os problemas, as dificuldades, as alegrias, as esperanças em Deus».

«Todos nós temos problemas, consoante a nossa responsabilidade, a nossa missão, até a nossa idade, mas os problemas são para ser enfrentados e ultrapassados e disso recebemos a grande lição de S. José», observou.

Na Eucaristia, em que se celebrou também o dia do Pai, D. José Cordeiro incentivou a colocar a inteligência, a vontade, a paciência, o dom que Deus dá a cada pessoa ao «serviço do bem comum, ao serviço da dignidade da pessoa humana e ao serviço de Deus».

«Todos nós temos que nos sentir corresponsáveis na construção do bem comum na Igreja que somos. (…) Somos constantemente convocados à conversão, à mudança de olhar, a olhar mais além daquilo que aparece diante dos nossos olhos como S. José o fez», sublinhou.

Na homilia, o Arcebispo de Braga, e depois de recordar o processo sinodal em curso, falou da importância dos cristãos irem ao «encontro de Deus, dos outros» e de participarem «na comunhão e na missão da Igreja»  e a «disporem-se sempre a ser construtores da paz, neste tempo de guerra, de dúvidas, de medo».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up