Fotografia: DR

Médicos Católicos apelam ao fecho do espaço aéreo

Conflito perdura, sem fim à vista, desde 24 de fevereiro.

Redação/Lusa
16 Mar 2022

A Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP) anunciou hoje ter recebido uma mensagem da sua congénere ucraniana, na qual é feito um apelo para o fecho do espaço aéreo da Ucrânia.

“Pedimos-lhe que contacte urgentemente o seu Governo e os Governos de outros países – precisamos de fechar o espaço aéreo sobre a Ucrânia para que as bombas não caiam sobre nós!”, escreve o presidente da Associação de Médicos Católicos da Ucrânia (AMCU), Ivan M. Luts, ao presidente dos médicos católicos portugueses, José Diogo Ferreira Martins.

O médico português manifestou disponibilidade para a colaboração com a associação profissional católica ucraniana, enquanto Ivan M. Luts dá conta de que o conflito “já destruiu, arrasou, muitas cidades e aldeias, destruiu hospitais e escolas, matou mais de 10.000 civis, matou ou deixou órfãs milhares de crianças”.





Notícias relacionadas


Scroll Up