Fotografia: Avelino Lima

Proprietários do Restaurante Satélite abrem as portas para acolher refugiados ucranianos

Esta semana chegam à residencial duas mulheres e duas crianças ucranianas, que se juntam a mais três mulheres que já se encontram nas instalações em Ferreiros

Carla Esteves
15 Mar 2022

Os proprietários do Restaurante Satélite, em Ferreiros, Braga, abriram as portas da sua residencial e da sua própria casa de família para acolher refugiados ucranianos. Veterano da guerra do Ultramar, Secundino Azevedo sente-se profundamente tocado por este conflito armado, e não hesitou, por isso, em oferecer  o que tem de mais precioso para ajudar: refúgio no seu próprio lar e a ajuda da sua família.

Na residencial encontram-se já três cidadãs ucranianas que ficaram retidas na capital minhota e impedidas de regressar a casa, na Ucrânia, após a participação no Campeonato Europeu de Veteranos em pista coberta (EMACI), que se realizou em fevereiro, no Altice Forum Braga. Mas esta semana é aguardada a chegada de mais duas mulheres e duas crianças, com seis e 10 anos, que também ficarão alojadas na residencial. 

Secundino Azevedo tem ainda disponíveis dois quartos completos para duas famílias refugiadas, e neste momento  está a realizar obras num anexo na sua residência, que será transformado num apartamento que poderá acolher até mais oito pessoas.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up