Fotografia: Arquivo DM

Mês da poesia assinalado com música, ilustração, recitais e oficinas

Neste que é o mês da poesia (assinala-se no dia 21), Braga vai levar a cabo uma iniciativa inspiradora que promete despertar sentimentos artísticos no público mais jovem e sensibilizar todos para a arte e para a criatividade. Promovido pela Câmara Municipal em colaboração com a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, o evento “Poesia ao […]

Redação
10 Mar 2022

Neste que é o mês da poesia (assinala-se no dia 21), Braga vai levar a cabo uma iniciativa inspiradora que promete despertar sentimentos artísticos no público mais jovem e sensibilizar todos para a arte e para a criatividade.

Promovido pela Câmara Municipal em colaboração com a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, o evento “Poesia ao Centro” arranca na próxima segunda-feira, dia 14 de março, com atividades para o público mais jovem nas escolas.
“Poesia ao Centro” dedica esta edição ao cruzamento das diferentes sinergias artísticas com a palavra poética, através de um programa que engloba música, ilustração, oficinas comunitárias, spoken words, recitais e apresentações, que pretende levar a espaços distintos as diferentes formas de poetizar.

Nos dias 14, 16 e 18, decorre, às 10h00 e 14h00, uma Oficina de Ilustração Tipográfica nas escolas, intitulada “Litegrafia”, tendo como formadores a ilustradora Karla Ruas e o designer gráfico Jefferson Rib.
No dia 19, às 21h30, o Teatro Sá de Miranda acolhe o espetáculo de poesia Poetas de Trás-Os-Montes, com Ana Deus e Alexandre Soares. Aqui, os autores transmontanos, da palavra dita à cantada, do português ao mirandês sobrevoarão épocas e lugares. A entrada é livre, mas sujeita à reserva de bilhetes em ‘http://cmbcultura.eventbrite.com‘. Durante o espetáculo será ainda proporcionada uma surpresa, evocando a obra dos poetas bracarenses.

No dia 20, pelas 11h00, os Jardins do Museu dos Biscainhos são o cenário perfeito para o evento “As Histórias têm Música e as Músicas contam Histórias”, com a participação da harpista Eleonor Picas e do percussionista Jorge Cientista Carvalho. «Com entrada livre, pretende-se através da música contada e cantada, servir a palavra através do som e do ritmo partindo de obras de autores portugueses como Luísa Ducla Soares ou Manuel António Pina», explica o município em comunicado.

À tarde, pelas 14h30, a Sala do Terreiro do Museu dos Biscainhos acolhe a exposição “Metamorfosis”. Uma mostra onde através de um repto lançado à comunidade, se edifica uma exposição onde as pessoas são tela para composições plásticas e onde o produto final alia a colagem à música, o vídeo à poesia. Jefferson Rib e Marta Moreira são os artistas convidados.

Nesse mesmo dia, pelas 18h00, o Grupo de Poesia da Universidade do Minho dá voz à poesia com um concerto nos Jardins do Museu dos Biscainhos.

A Praça Mestre Veiga foi o palco escolhido para celebrar o Dia Mundial da Poesia, a 21 de março, com a performance “Entre Mim e o Meu Silêncio”, com direção e interpretação de Marta Moreira. Uma performance vanguardista de ‘spoken word’, que cruza as fronteiras entre o diseur e o ator. Aqui, os poemas ganham existência própria e assentam morada numa narrativa construída em torno da busca pelo indizível. O início está marcado para as 18h00.





Notícias relacionadas


Scroll Up