Fotografia: CMG

Guimarães implementa projeto para fomentar boas práticas de atividade física

Primeiro teste ao conceito de criar aulas/jogos e circuitos de treino inspiradas em tarefas no Ciclo do Linho, que resultará num manual da Comissão Europeia.

Redação
23 Fev 2022

O primeiro teste ao Programa Piloto “A.Linho” já decorreu, no Parque de Lazer da Corredoura em São Torcato, ao qual se seguirá uma apresentação formal, inspirado nas diferentes tarefas associadas ao ciclo do linho, através de rotinas e exercícios que promovam a atividade física e circuitos de treino no ginásio.

O projeto reparte-se em três ações principias com diferentes públicos alvo. O A.Linho na Escola, destinado aos jovens em idade escolar, o A.Linho na Vida Feliz para um público sénior e o A.Linho no Ginásio para a população adulta em idade ativa.

O Vereador do Desporto da Câmara de Guimarães, Nelson Felgueiras, realçou “a criação de instrumentos fundamentais para uma maior motivação no aumento da prática de atividade física e o objetivo de alargar o maior número de jovens, permitindo a ligação intergeracional entre avós e netos, nesta atividade e daqui a um ano fazer um manual de boas práticas em conjunto com os restantes parceiros de países europeus”, que integram o consórcio do projeto SPACHE cuja candidatura foi submetido ao programa Erasmus + Sport.

O presidente da direção da Tempo Livre, Amadeu Portilha, explicou que “este é o primeiro passo para a implementação de um projeto europeu onde se pretende o fomento da prática regular de atividade física em ambiente de grande riqueza patrimonial ou arquitetónica. Aqui juntamos a tradição do linho, que é de uma grande exigência física, transportando para um conjunto de exercícios físicos que vamos testar com os alunos desta escola, resultado daí num manual de boas práticas com a finalidade de ser implementado a nível europeu, disseminando boas práticas de atividade física em ambientes de relevância patrimonial”.

O Município de Guimarães integra o consórcio do projeto SPACHE, liderado pela Tempo Livre, cuja candidatura foi aprovada pelo programa Erasmus + Sport. O património cultural como alavanca para potenciar o desporto e a atividade física constitui o ponto de partida do SPACHE. O projeto tem como principais objetivos aumentar a prática desportiva e a atividade física dos cidadãos aproveitando recursos do património cultural. Para além da promoção da atividade física, o projeto SPACHE também pretende fortalecer a participação cultural, o sentimento de identidade local e europeia, e promover uma mobilidade ativa e sustentável. As entidades parceiras que integram o SPACHE têm trabalho reconhecido na área do desporto, promoção da atividade física, cultura e património.

O consórcio vai desenvolver uma pesquisa nos países parceiros tendo em vista a apresentação de um modelo de ação e de boas práticas. A partir das conclusões do estudo, e através de processos participativos, os parceiros do projeto irão conceber e implementar quatro programas piloto em quatro dos países participantes (Portugal, Itália, Eslovénia, Holanda).





Notícias relacionadas


Scroll Up