Fotografia: Direcção-Geral de Saúde

Portugal com mais 35 mortes e cerca de seis mil novos casos

Estão internadas 1.832 pessoas, mais 44 do que no domingo, enquanto nas unidades de cuidados intensivos estão 114 pessoas, menos duas, embora nem todos os internamentos se devam à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

Pedro Vieira da Silva / Lusa
21 Fev 2022

Portugal registou 5.789 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 35 mortes associadas à covid-19 e um aumento nos internamentos, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário, hoje estão internadas 1.832 pessoas, mais 44 do que no domingo, enquanto nas unidades de cuidados intensivos estão 114 pessoas, menos duas, embora nem todos os internamentos se devam à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

O número de casos ativos diminui hoje para 475.616, menos 14.243 do que no domingo, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 19.997 pessoas, para um total de 2.696.696 desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas deixaram de estar em vigilância 15.040 contactos, mas as autoridades de saúde ainda mantêm 489.997 pessoas nestas condições.

Desde março de 2020 foram infetadas em Portugal pelo menos 3.193.178 pessoas com o SARS-CoV-2 e foram declaradas 20.866 mortes associadas à covid-19.

Das 35 mortes com covid-19 nas últimas 24 horas, 12 aconteceram na região Norte, 12 na zona de Lisboa e Vale do Tejo, cinco na região Centro, duas no Algarve, outras duas no Alentejo e outras duas na Região Autónoma dos Açores.

Por idades, duas das pessoas com covid-19 que morreram nas últimas 24 horas tinha entre 40 e 49 anos, outras duas entre 50 e 59, quatro entre 60 e 69 anos, cinco entre 70 e 79 anos e 22 tinham 80 anos ou mais.





Notícias relacionadas


Scroll Up