Fotografia: DM

Elevado número de crianças em isolamento deixa afluência à vacinação aquém do esperado

Ainda assim, o regime de “Casa Aberta” registou a passagem de centenas de menores, a maioria para a segunda dose da vacina.

Rita Cunha
5 Fev 2022

O Centro de Vacinação de Braga contava receber esta manhã cerca de 900 crianças com idades compreendidas entre os cinco e os 11 anos para serem inoculadas com a vacina contra a covid-19. Destas, pouco mais de uma centena seriam referentes à primeira dose. As restantes são as que tomaram a primeira dose em dezembro.

Os números foram avançados pela enfermeira coordenadora. Contudo, a quantidade de crianças em isolamento, seja por caso confirmado de infeção como por contacto de risco, poderiam colocar os mesmos em causa.

Ainda assim, e apesar de se tratar de uma entrave ao processo de vacinação, Céu Ameixinha recorda que existe alguma imunidade durante 180 dias. «Mas claro que queríamos ter vacinado logo todos porque assim sabíamos que estávamos perto do fim», disse, considerando que o processo nesta faixa etária deveria ter começado mais cedo.

Amanhã, até às 13h00, continua a vacinação das crianças dos cinco aos 11 anos de idade, sendo esperadas cerca de 1200. A tarde é “reservada” à inoculação dos adultos, mas se sobrarem vacinas, as mesmas serão administradas a crianças que apareçam da parte da tarde, garantiu Céu Ameixinha.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up