Fotografia: Nuno Cerqueira

Preços de venda das casas subiu em 2021 mais de 10% em metade das capitais de distrito

No patamar de valorizações entre 10% e 15%, incluíram-se além de Lisboa (+11,7%) e Porto (+10,3%), Coimbra (13,5%), Beja (+11,8%) e Braga (+11,4%), sendo que as restantes capitais de distrito posicionaram o crescimento dos preços em 2021 entre 5% e 10%, com a única exceção de Santarém, onde os preços da habitação desceram 3,5% face a 2020.

Redação / NC
4 Fev 2022

Os preços de venda das casas em Portugal continental subiram mais de 10% em metade das capitais de distrito, revelou hoje a Confidencial Imobiliário.

O segundo ano da pandemia de covid-19 trouxe “uma intensificação na subida dos preços de venda das casas à maior parte das cidades capital de distrito no país”, de acordo com os resultados mais recentes do Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliário.

No ano passado, metade das capitais de distrito de Portugal continental registou uma valorização anual superior a 10%, quando no ano anterior, “apenas quatro cidades estavam nesse patamar”, esclarece a Confidencial Imobiliário num comunicado, adiantando que Faro liderou a valorização anual (+26,4%), seguida de Setúbal (18,7%), Viseu (18,5%) e Aveiro (17,3%).





Notícias relacionadas


Scroll Up