Fotografia: DR

Companhia de Viana do Castelo cria Sala Aberta para apoiar criadores artísticos

Programa de residências artísticas do Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana (CDV) arrancou ontem.

Redação/Lusa
1 Fev 2022

O Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana (CDV) abriu, no teatro Sá de Miranda, uma Sala Aberta para proporcionar, “de forma regular, espaço e tempo de residência a projetos artísticos”.

Em comunicado hoje enviado às redações, a companhia profissional da capital do Alto Minho adiantou que o novo programa de residências artísticas começou a funcionar na segunda-feira para apoiar as “criadoras e criadores de arte do território vianense e alto-minhoto”.

“Podem candidatar-se projetos de criação de obras de teatro, dança, música e cruzamentos disciplinares, a períodos de residência até 10 dias úteis, na sala de ensaios do teatro municipal Sá de Miranda”, especifica a nota.

Os projetos selecionados “terão acesso a sanitários, água, eletricidade, panejamento, linóleo, amplificação sonora e pré-instalação de equipamento de iluminação”.

A iniciativa, dinamizada pelo Projeto Comunidade do Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana, está inserida nas comemorações do trigésimo aniversário da companhia residente do teatro municipal Sá de Miranda, que se prolongam até dezembro.

As candidaturas podem ser realizadas na plataforma digital do teatro municipal, através de um formulário disponível na página Sala Aberta.





Notícias relacionadas


Scroll Up