Fotografia: DR

Viana do Castelo: PS e PSD voltam a repartir seis lugares na Assembleia da República

Resultados apurados.

Redação/Lusa
30 Jan 2022

O PS, com três deputados eleitos, e o PSD, com outros tantos, voltam este ano a repartir os seis lugares na Assembleia da República destinados ao círculo eleitoral do distrito de Viana do Castelo.

Apuradas as 208 freguesias do Alto Minho, o PS venceu as eleições legislativas antecipadas realizadas hoje com 42,06% dos votos, embora sem mais mandatos do que a segunda lista mais votada. Pelo partido foram eleitos Tiago Brandão Rodrigues, até agora ministro da Educação, Marina Gonçalves, secretária de Estado da Habitação, e José Maria Costa, ex-presidente da Câmara de Viana do Castelo.

O PSD obteve 34,1% dos votos e elegeu como repetentes Jorge Mendes e Maria Emília Cerqueira e o estreante João Montenegro.

Nas legislativas de 2019 foram eleitos pelo PSD Jorge Mendes, Maria Emília Cerqueira e Eduardo Teixeira, e pelo PS Tiago Brandão Rodrigues, Marina Gonçalves e Anabela Rodrigues.

O terceiro deputado do PS pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo à Assembleia da República foi recuperado em 2019, ano em que os socialistas venceram com 34,77% dos votos, contra 33,79% do PSD.

Este terceiro mandato havia sido perdido, em 2015, para a coligação PSD/CDS-PP.

Nas eleições legislativas desse ano, a coligação de direita “Portugal à Frente” obteve quatro dos seis mandatos que o distrito de Viana do Castelo elege.

Desde 1976, esta é a quinta vez que os socialistas vencem no distrito de Viana do Castelo.

Nas legislativas antecipadas de hoje, o Chega tira o lugar ao Bloco de Esquerda (BE), que passa de terceira para quarta força política mais votada nos 10 concelhos da região.

O Chega alcançou 6,06% dos votos, contra os 3,48% do BE, que em 2019 somou 8,47% dos votos.

O CDS-PP também caiu um lugar. Passou de quarto partido mais votado em 2019, com 6,21%, para quinto, com 3,26%.

A abstenção foi hoje de 46,18% no círculo de Viana do Castelo, contra os 49,40% de 2019, num sufrágio a que concorreram 15 listas – PSD, PS, BE, CDS-PP, Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Movimento Alternativa Socialista (MAS), Iniciativa Liberal (IL), Chega, CDU (PCP/PEV), Partido da Terra (MPT), Ergue-te, Aliança, Livre, Reagir-Incluir-Reciclar (RIR) e o Volt Portugal.

De acordo com o mapa oficial publicado no portal da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), o distrito de Viana do Castelo tinha 236.042 eleitores inscritos, sendo que 53,82% exerceram o seu direito de voto.

Com uma área de 2.219 quilómetros quadrados, o distrito tem, segundo o Censos de 2021, 231.488 habitantes.





Notícias relacionadas


Scroll Up