Fotografia: DR

Papa nomeia D. José Ornelas como bispo de Leiria-Fátima

Substitui D. António Marto, que renunciou ao cargo por motivos de saúde.

Redação
28 Jan 2022

O Papa Francisco nomeou hoje D. José Ornelas como bispo da diocese de Leiria-Fátima, substituindo D. António Marto que pediu a resignação por motivos de saúde.

D. José Ornelas, de 68 anos, natural Madeira, era o bispo de Setúbal e é o Presidente da Conferência Episcopal.

Foi nomeado bispo de Setúbal a 24 de agosto de 2015. A sua ordenação episcopal teve lugar a 25 de outubro do mesmo ano, na Catedral da diocese sadina, onde tomou posse. 

Em junho de 2020 foi eleito Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa. 

D. José Ornelas, que chegou a ser apontado como o próximo Cardeal Patriarca de Lisboa, vai  liderar a diocese que tutela o santuário de Nossa Senhora de Fátima, o mais importante de Portugal.

D. António Marto, de 74 anos, era bispo da Diocese de Leiria-Fátima desde 2006. Entre fevereiro de 2001 e abril de 2004 foi bispo-auxiliar de Braga.

José Ornelas Carvalho, filho de António Tomás Carvalho e Benvinda de Ornelas, nasceu a 5 de janeiro de 1954, no Porto da Cruz – Madeira – Portugal. 

Concluída a escola elementar, foi aluno do Seminário Menor Diocesano do Funchal entre 1964 e 1967. Desejando ser missionário, pediu para ingressar no Colégio Missionário da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos), no Funchal (1967-1969), prosseguindo depois os estudos no Instituto Missionário, em Coimbra (1969-1971). 

Depois de um ano de noviciado, emitiu a primeira profissão religiosa em Aveiro, a 29 de setembro de 1972. Após dois anos de estudos filosóficos, passou dois anos nas missões da Congregação em Moçambique (1974-1976), regressando, em seguida, a Lisboa, onde concluiu a Licenciatura em Teologia, na Universidade Católica Portuguesa (1979).

Especializou-se em Ciências Bíblicas, em Roma e Jerusalém, concluindo com a Licenciatura Canónica no Pontifício Instituto Bíblico de Roma. Foi ordenado Presbítero na sua terra natal, Porto da Cruz, a 9 de agosto de 1981. 

Regressado a Portugal, em 1983, foi docente assistente e secretário da Faculdade de Teologia de Lisboa. Dedicou-se depois a preparar o doutoramento em Roma e na Alemanha (1992-1996), obtendo o grau de doutor em Teologia Bíblica na Universidade Católica Portuguesa a 14 de julho de 1997. Na mesma Universidade, retomou as atividades docentes até 2003. 

Na sua Congregação, foi Vice-Reitor do Seminário de Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide, em paralelo com a atividade docente, e assumiu outros cargos no âmbito da Província Portuguesa dos Dehonianos, da qual se tornou Superior Provincial a 1 de julho de 2000.

No Capítulo Geral da Congregação, foi eleito Superior Geral da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus a 27 de maio de 2003, cargo que ocupou até 6 de junho de 2015. 

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up