Fotografia: DR

Arcos de Valdevez investe 1,3 ME para expandir parque empresarial de Paçô

A empreitada, “já em curso, no valor de 1.294.549 euros” é financiada pelo programa Norte 2020, refere a autarquia.

Redação/Lusa
27 Jan 2022

A Câmara de Arcos de Valdevez está a investir 1,3 milhões de euros na expansão do parque empresarial de Paçô, para a criação de oito novos lotes, para dar resposta “as solicitações de investidores”, foi hoje divulgado.

Em comunicado hoje enviado às redações, a autarquia do distrito de Viana do Castelo adiantou que a empreitada, “já em curso, no valor de 1.294.549 euros” é financiada pelo programa Norte 2020.

A intervenção “contempla a ampliação e reconversão de todas as infraestruturas de água, saneamento, elétricas e de telecomunicações, a requalificação das áreas de estacionamento, passeios, áreas verdes, assim como a repavimentação dos acessos internos do parque empresarial à Estrada Nacional (EN)101”.

A Câmara Municipal, presidida pelo autarca social-democrata João Manuel Esteves, justificou a intervenção com a necessidade de “apoiar a economia, alargando as áreas de acolhimento empresarial, incrementando a captação de novos investimentos e a criação de emprego e rendimento, e contribuindo para a fixação e atração de pessoas”.

Em 2021, à Lusa, João Manuel Esteves referiu que a ampliação do parque empresarial de Paçô é de mais 17 mil metros quadrados para a criação de oito novos lotes.

Os lotes “são destinados à indústria, armazéns, serviços e equipamento de utilização coletiva, para dar resposta às solicitações de investidores”.

Segundo dados então revelados por João Manuel Esteves, o parque empresarial de Paçô tem atualmente 29 empresas.

Já no parque empresarial do concelho, em Padreiro, estão instaladas 24 unidades fabris.

Na altura, o autarca referiu que expansão do parque empresarial de Padreiro abrange uma área de cerca de 50 mil metros quadrados, para a criação de oito novos lotes.





Notícias relacionadas


Scroll Up