Fotografia: DR

Encontro internacional sobre turismo religioso adiado para junho

Devido ao aumento dos casos de covid.

Redação/Lusa
19 Jan 2022

Os X Workshops Internacionais de Turismo Religioso (IWRT), previstos para 10 e 11 de março, em Fátima, foram adiados para 23 e 24 de junho, devido ao aumento dos casos de covid-19, anunciou hoje a organização.

A Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO), organizadora do evento, em colaboração com os municípios de Ourém e da Guarda e com o Santuário de Fátima, informou hoje, em comunicado, que “considerando o recente aumento dos casos de covid-19 pelo mundo”, achou “prudente adiar a data de realização do evento, garantindo as melhores condições de higiene e segurança neste encontro mundial de profissionais, que engloba a realização milhares de reuniões de negócio”.

“Este adiamento pretende viabilizar a vinda dos diversos inscritos, por forma a que o IWRT tenha o retorno esperado junto de todos os empresários presentes, uma vez que este evento tem especial importância para o setor (…), através da promoção de Portugal como destino privilegiado de turismo religioso e do reforço da posição da Fé no contexto do setor turístico mundial”, acrescentou.

Segundo a ACISO, os “X IWRT são particularmente importantes (…), por se realizarem após um longo período em que o turismo religioso foi bastante afetado pela pandemia, tornando-se necessário contribuir para a retoma”.

O evento conta já com cerca de 250 inscrições.

O certame, apontado como um dos mais relevantes encontros mundiais de profissionais de turismo religioso, teve em 2021 uma edição apenas no formato online, devido às contingências decorrentes da pandemia de covid-19.

Este ano, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, os empresários do setor vão poder reunir-se de forma presencial, estando também prevista a participação virtual para os que não possam estar presentes na Cova da Iria.

Dirigido particularmente aos operadores turísticos nacionais, agentes de viagem e hoteleiros, os trabalhos contarão também com a participação de operadores de “mercados consolidados e emergentes”, adianta a organização.

A promoção de uma bolsa de contactos de negócio, a promoção internacional de Portugal enquanto destino privilegiado de turismo religioso e o reforço da importância do turismo religioso no contexto do setor turístico mundial são os principais objetivos do workshop. “Com a secularização das nossas sociedades, a peregrinação como prática religiosa foi reconfigurando o seu papel e o turismo religioso, agora num conceito mais alargado, foi crescendo, dando lugar a um segmento de mercado cada vez mais exigente. A vertente espiritual na procura do encontro consigo próprio é, cada vez mais, motivação de crentes e não crentes que buscam um certo recolhimento”, explica a organização, acrescentando que “os turistas religiosos querem beber da história e simbologia que os destinos carregam”.

Para os promotores do evento, “Portugal é um roteiro de templos, cultos e festas religiosas e tem em Fátima o principal local de culto Mariano de todo o mundo”.

Em paralelo ao programa principal, terão lugar workshops sobre a “Herança Judaica”, na Guarda, e “Experiências turísticas em Fátima e na Região”.





Notícias relacionadas


Scroll Up