Fotografia: DR

Campanha contra a abstenção arranca com foco nos mais jovens

Várias ações decorrem entre os dias 15 e 21 de janeiro.

Redação/Lusa
12 Jan 2022

Com a aproximação de mais umas eleições, desta vez legislativas, no dia 30 de janeiro, o Movimento de Cidadania contra a Indiferença prepara-se para lançar mais uma campanha de apelo ao voto e contra a abstenção com especial enfoque nos mais jovens.

As ações arrancam já no próximo sábado, dia 15, com a presença dos partidos no centro da cidade para um contacto direto com a população. Segundo explicou Paulo Sousa, é esperada a presença dos partidos que participaram na ação das autárquicas, nomeadamente do Partido Aliança, Iniciativa Liberal, PAN e Livre, que são os que não dispõem de sede própria em Braga e que, portanto, terão mais interesse em colocar uma bancada no centro da cidade. Porém, o convite foi endereçado a todos os partidos. O objetivo, explicou, passa por «diluir a divergência entre eleitores e políticos».

Depois deste arranque, o programa continua de 17 a 22 de janeiro, desta vez muito virado para os mais jovens, envolvendo a comunidade escolar, desde aqueles que ainda não podem votar, com 16 e 17 anos, até aos maiores de idade, que já o poderão fazer.

Nesse sentido, haverá debates em algumas escolas secundárias de Braga, estando já agendados dois para o dia 17 (um na Secundária Alberto Sampaio e outro na de Maxinimos) e um no dia 18, na D. Maria II. A organização aguarda a resposta dos restantes estabelecimentos de ensino para marcar outras ações similares ao longo desta semana.
Também no dia 17, as associações empresariais se associam à campanha através da divulgação nas suas redes sociais.

Pela primeira vez, também a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) se associa ao movimento. Não podendo promover debates, uma vez que se trata da época de exames, a associação irá elaborar um panfleto e distribuí-lo numa ação de sensibilização junto dos mais novos.





Notícias relacionadas


Scroll Up