Fotografia:

Taxa de incidência da gripe baixou para 13,3 por 100 mil habitantes

Apesar da redução na taxa de incidência, o boletim de vigilância epidemiológica da gripe e outros vírus respiratórios continua a indicar uma tendência crescente da atividade gripal.

Lusa
7 Jan 2022

A taxa de incidência de síndrome gripal (SG) baixou para 13,3 por cada 100 mil habitantes, segundo o último boletim de vigilância da gripe do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), hoje divulgado.

Apesar da redução na taxa de incidência, o boletim de vigilância epidemiológica da gripe e outros vírus respiratórios continua a indicar uma tendência crescente da atividade gripal e lembra que o valor da incidência de síndroma gripal «deve ser interpretado tendo em conta que a população sob observação foi menor do que a observada em período homólogo de anos anteriores».

O INSA diz igualmente que não foi reportado nenhum caso de gripe pelas 16 Unidades de Cuidados Intensivos que enviaram informação.

Na semana de 27 de dezembro a 02 de janeiro, a taxa de incidência de infeção respiratória aguda (IRA) foi de 59,9 por 100 mil habitantes, refere o INSA, alertando igualmente que a população sob observação (15.037) foi também menor do que em anos anteriores.





Notícias relacionadas


Scroll Up