Fotografia: GNR

Póvoa de Lanhoso: Seis pessoas arguidas e armas apreendidas em caso de ameaças

Ocorrências da GNR.

Nuno Cerqueira
21 Dez 2021

O comando territorial de Braga da GNR, através do Posto Territorial da Póvoa de Lanhoso, anunciou hoje que constituiu arguidos quatro homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 40 e 67 anos, por «ameaças e apreendeu várias armas e munições», no concelho de Póvoa de Lanhoso.

Segundo nota da GNR enviado ao Diário do Minho, a ação ocorreu no âmbito de duas investigações por ameaças com recurso a arma de fogo.

«Decorriam há cerca de nove meses, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que culminaram com o cumprimento de cinco mandados de busca, três domiciliárias, uma em veículo e uma em estabelecimento, as quais permitiram apreender diverso material», confirmou a GNR.

Três espingardas de caça, uma arma branca, uma arma de ar comprimido e diversas munições de diferentes calibres foram apreendidas.

No seguimento da ação os sujeitos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Póvoa do Lanhoso.

 

 





Notícias relacionadas


Scroll Up