Fotografia: Avelino Lima

Biblioteca Craveiro da Silva quer expandir e chegar a mais leitores

O espaço assinala hoje o seu 17.º aniversário.

Rita Cunha
21 Dez 2021

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS) tem vindo a crescer ano após ano e, agora que completa 17 anos de atividade, sente a necessidade de se expandir para dar seguimento a este crescimento no concelho. Tanto o presidente da Câmara Municipal de Braga como a diretora do espaço reconhecem esta necessidade e há várias possibilidades em cima da mesa para serem ponderadas.

À margem das comemorações do 17.º aniversário, a diretora da BLCS lembrou que a biblioteca, inaugurada em 2004, viu o seu crescimento projetado para 15 anos, sendo certo que, decorrido esse tempo, «os espaços começaram a ficar saturados quer em termos de armazenamento físico dos livros quer em termos de lotação» de leitores.

Segundo explicou Aida Alves, o que ficou «mais ou menos acordado» junto daqueles que gerem a instalação é que «a Biblioteca precisa de crescer para outros espaços da cidade que têm de ser agora redefinidos e devidamente avaliados» quer pelo reitor da Universidade do Minho quer pelo presidente da autarquia.

 

Esta necessidade de crescimento da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva não deixa dúvidas ao presidente da Câmara Municipal de Braga. «Esta é uma questão que temos vindo a discutir com a Universidade do Minho e com os responsáveis pela biblioteca. Sabemos que, por força do depósito legal e também do espólio que a biblioteca vai recebendo, que a capacidade física para acomodar todo esse espólio vai sendo cada vez mais limitado e é importante encontrar soluções que permitam acautelar a gestão futura deste espaço.

 

<span class=”credit_foto_editor_part2″ style=”color: #7e2320 !important; font-size: 10pt;”>[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]</span>

 





Notícias relacionadas


Scroll Up