Fotografia: DR

Esposende: Mareada avança para projeto “Cruz, Concha e Areia”

Cultura e património.

Nuno Cerqueira
16 Ago 2021

A associação cultural “Mareada” celebrou um protocolo de cooperação para o desenvolvimento do projeto “Cruz, Concha e Areia”.

Este protocolo, e segundo esta associação de Apúlia, concelho de Esposende, envolve, para além da Mareada, a Associação de Defesa e Consolidação do Património Poveiro, a Federação Portuguesa do Caminho de Santiago (Entidade Promotora), e a Juntos Pelo Mundo Rural – Associação Ibérica de Defesa de Caça, Pesca, Tradições e do Mundo Rural.

«Os objetivos passam pela defesa e promoção da cultura tradicional portuguesa. assim como a promoção do Caminho de Santiago e promoção dos campos masseiras», destaca a associação Mareada.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por E24 (@e24.pt)

As dinâmicas do projeto passam pelo turismo regional e religioso, assim como a gastronomia e vinicultura, artesanato e moda, agricultura biológica, saúde e bem-estar, empreendedorismo e ações solidárias

Para já esta cooperação apresenta alguns produtos que fazem parte do projeto como a camisola tradicional poveira e o gorro com motivos alusivos a Santiago. Também o vinho “Tubarão”, produzido com uvas das masseiras, é outro dos produtos.

«O primeiro passo para o projeto “Cruz, Concha e Areia” foi dado em maio deste ano, com a assinatura de um protocolo de cooperação entre a Federação Portuguesa do Caminho de Santiago e a Patripove, assinado em Vila do Conde, para depois avançar para um segundo passo ao envolver reputadas associações locais e nacionais no projeto, onde se incluís a associação apuliense Mareada», destacam.

«O terceiro passo será a internacionalização do projeto, com a entrada de novos parceiros estrangeiros, e que está a ser finalizado neste momento. Será uma parceria impactante, mas que só será revelado em setembro», vaticinam.





Notícias relacionadas


Scroll Up