Fotografia:

Movimento cívico assinala aniversário de «infame abate» de árvores em Braga

Executivo Municipal foi acusado de ignorar contributos dos cidadãos

Redação
26 Jul 2021

O Movimento SOS Árvores de Braga realizou este domingo, dia 25 de julho, uma ação pública evocativa do “1.° Aniversário do infame abate das árvores da Avenida Lusíadas».

«Num ambiente informal, puderam os participantes exprimir a sua tristeza pelo abate, a mando da Câmara Municipal de Braga e em véspera de reunião com os cidadãos que os queriam salvar, de cerca de uma dúzia de frondosos liquidâmbares adultos que ladeavam o passeio», afirmou, em comunicado, a movimento cívico.

A nota de imprensa destaca que «onde antes havia uma faixa de refrescante verde, hoje apenas existe uma eira desértica».

Trata-de de «uma obra cuja pobre qualidade faz paralelo à precipitação e desprezo com que as árvores foram cortadas e que já carece de reparação, como demonstra o pavimento de betão (inadequado a dias de chuva) fissurado e a descascar, apesar de só ter alguns meses de idade», sublinha o Movimento SOS Árvores de Braga.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up