Fotografia: Arquivo DM

Cinco concelhos do Minho em risco elevado e três debaixo de vigilância apertada

Concelho de Melgaço destasca-se pela positiva com zero casos de infeção

Joaquim Martins Fernandes
16 Jul 2021

O distritos de Braga e de Viana do Castelo registaram hoje cinco concelhos com risco elevado de contágio pelo SARS-CoV-2, o que obriga a que sejam aplicadas medidas mais apertadas ao nível do recolher obrigatório e do funcionamento da restauração ao fim de semana.

Aos concelhos de Braga e de Paredes de Coura, que já estavam na lista vermelha, juntaram-se hoje os concelhos de Barcelos, de Guimarães e de Vila Nova de Famalicão, que registaram pela segunda semana consecutiva mais de 120 casos por 100 mil habitantes.

O relatório divulgado esta tarde pela Direção-Geral das Saúde (DGS) apresenta o concelho de Melgaço como o mais seguro da região do Minho, com nenhum novo caso de infeção pelo SARS-CoV-2.

Já o concelho de Fafe, que está na lista dos concelhos em vigilância das autoridades de saúde, registou a taxa de incidência mais elevada entre os 24 concelhos dos distritos de Braga e de Viana do Castelo. Tem, atualmente, uma incidência a 14 dias de 289 casos por 100 mil habitantes e só não está na lista de concelhos de risco muito elevado por beneficiar das regras que vigoram para os municípios de baixa densidade populacional.

O relatório epidemiológico coloca ainda em alerta, além do concelho de Fafe, os municípios de Viana do Castelo e de Vizela, em virtude da subida assinalável do números de infeções por Covid-19.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up