Espaço do Diário do Minho

PAIS & FILHOS – “Os meus filhos em duas casas!”

8 Jul 2021
Elisabete Costa

Para os pais, uma das decisões mais difíceis a tomar depois do divórcio, é decidir com quem os filhos ficam a viver. Outra solução é os filhos ficarem a viver, alternadamente, com cada um dos pais, em regime de guarda partilhada. Isto só é possível, se os pais evitarem conflitos e mantiverem uma comunicação clara na presença dos filhos, permitindo-lhes ajustarem-se de forma saudável, a duas casas.

Viver em duas casas é uma forma de não cortar a relação dos filhos com as figuras de afeto mais importantes. Desta forma, os filhos podem manter os laços afetivos e viver com ambos os pais, permitindo uma maior distribuição de tempo com cada um deles. Assim, garante-se que não existe pais de semana e pais de fim-de-semana.

Deixo-lhe algumas dicas para que tudo isto funcione:

  • Na semana em que não está com os seus filhos, mantenha contactos telefónicos para que possam continuar próximos;

  • Os pais devem conversar e definir datas especiais em que os filhos possam estar com cada um deles;

  • As regras e rotinas devem ser semelhantes em ambas as casas;

  • Os pais devem ser flexíveis e comunicar, entre si, necessidades pontuais da vida diária;

  • Sempre que possível, as roupas e brinquedos devem ser transportados o mínimo possível de uma casa para a outra.

Ressalvar que mais do que viver em duas casas, o importante é que os filhos continuem a ser cuidados e amados pelos pais, recebendo o suporte emocional e a estabilidade necessária, de maneira a crescerem de uma forma saudável e feliz. Os filhos têm o direito de viver e de serem educados por cada um dos pais, mesmo que isso implique viver em duas casas!



Mais de Elisabete Costa

Elisabete Costa - 21 Jul 2022

Não é apenas a aparência física que os filhos herdam dos pais. Na verdade, os valores, as crenças, as tradições e, muitas vezes, os comportamentos são absorvidos pelas crianças e a figura dos pais torna-se fulcral para o saudável crescimento das mesmas. As crianças acolhem todas as informações e emoções das pessoas que as rodeiam […]

Elisabete Costa - 23 Jun 2022

De forma intuitiva, os pais dizem que Brincar faz bem às crianças, mas será que sabem o porquê de lhes fazer bem? Se pensarmos, podemos dizer que lhes faz bem porque as estimula, porque as diverte, porque é usual as crianças brincarem. Mas então, porque é tão importante deixar as crianças brincar? Brincar é aprender, […]

Elisabete Costa - 19 Mai 2022

Ouço muitas vezes pais e mães dizerem “oh tempo vai mais devagar, o meu filho está a crescer muito depressa”. A verdade é que o tempo passa e os pais, no corre-corre do dia-a-dia, acabam por nem sempre darem a devida atenção ao crescimento dos filhos. Quando a criança é ainda dependente, a tendência é […]


Scroll Up