Fotografia: Avelino Lima

Município premiou escolas que se distinguiram em concurso que promove práticas amigas do ambiente

“Escola mais verde” pretende incutir nos mais jovens o espírito de cidadania, de empreendedorismo e de sensibilidade ambiental.

Rita Cunha
8 Jul 2021

O município de Braga entregou ontem os prémios e certificados aos alunos das escolas que se distinguiram no âmbito do concurso “Escola Mais Verde”, que pretende incutir nos mais novos o espírito de cidadania, de empreendedorismo e de sensibilidade ambiental.

Na cerimónia, que aconteceu ontem, esteve presente o presidente da Câmara de Braga que destacou a importância deste projeto não só no contexto local mas mundial. «Um mundo mais verde não se obtém só com esforços coletivos, mas também com um trabalho de proximidade nos diversos contextos», vincou.

As hortas verticais ou hortas convencionais foram as modalidades a concurso, onde cada entidade elaborou um caderno diário com registo de todas as atividades.
Na modalidade Horta Vertical foram premiados os JI de Cruz e JI de Trandeiras, as EB1 de Lamaçães e Trandeiras e as EB 2,3 de Nogueira e Trigal de Santa Maria.

Já na modalidade de Horta Convencional, os estabelecimentos vencedores são os JI de Parada de Tibães, do Externato Infante D. Henrique, de Figueiredo e da Quinta das Fontes, as EB1 do Externato Infante D. Henrique, de Real e de Trandeiras, as EB 2,3 Dr. Francisco Sanches, de Celeirós, de Gualtar, de Nogueira, Trigal de Santa Maria e de Mosteiro e Cávado, a APPACDM de Gualtar, o Centro D. Novais e Sousa e o AAAF/CAF da EB1 de Cruz.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up