Fotografia: AAUMinho

Associação Académica da UMinho denuncia incumprimento do Plano de Alojamento para Ensino Superior

Instituição reivindica que Plano de Recuperação e Resiliência cumpra investimento de 375 milhões de euros

Joaquim Martins Fernandes
6 Jul 2021

A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho) denunciou hoje o não cumprimento do Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior e reivindicou que seja cumprido o investimento de 375 milhões de euros previsto no Plano de Recuperação e Resiliência.

«Findo mais um ano letivo, a Associação Académica da Universidade do Minho vê como importante destacar, uma vez mais, alguns dos já tradicionais desafios e obstáculos que se perspectivam para o início do próximo ano letivo. Através da campanha “Por UM Caminho com Menos Promessas e Mais Concretização”, a AAUMinho reivindica o aumento do número de camas para os estudantes minhotos», disse, em comunicado, a instituição presidida por Rui Oliveira.

A nota de imprensa considera que «dada a não concretização efetiva do Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior (PNAES) na Academia Minhota, com o acréscimo de apenas 8 camas, a AAUMinho lança hoje uma campanha que visa reforçar a importância do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no qual se prevêem 375 milhões de euros para a construção de residências universitárias públicas».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up