Fotografia: Avelino Lima

Trabalhos do FENDA já estão na rua para promover uma «imersão na cultura urbana»

Festival de arte urbana começou na sexta-feira e decorre até hoje.

Rita Cunha
27 Jun 2021

O FENDA – Festival de Arte Urbana já arrancou em Braga e os resultados começam a surgir um pouco por toda a cidade, desde escolas a montras e painéis. Trata-se, na ótica da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, de proporcionar a diversos espaços uma «imersão na cultura urbana», dando um «novo olhar» a cada um deles.

Entre a passada sexta-feira e hoje, são vários os artistas que vão devolvendo cor e originalidade a alguns recantos de Braga. A maioria deles possui ligação ao norte do país (dois dos quais de Braga), mas há a realçar a presença de dois artistas galegos, uma vez que este evento, co-organizado pelo coletivo bracarense Cosmic Burger e o município, se insere no programa de atividades da VI Capital da Cultura do Eixo Atlântico.

De acordo com Lídia Dias, um dos focos desta atividade passa pela arte urbana e «a captação de jovens para outras linguagens artísticas» proporcionando três dias dedicados à música, às artes performativas e intervenção no espaço público.

As escolas da Sé, Carlos Amarante e André Soares, bem como o Posto de Turismo ou o gnration são alguns dos espaços pelos quais os artistas têm vindo a demonstrar a sua criatividade, aliada à própria história da cidade. Esta «fusão» foi salientada pela vereadora, já que os trabalhos «conseguem dialogar com o território».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up