Fotografia: DR

Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio assinala 85 anos recordando memórias e projetando o futuro

Exposição patente no Museu do Traje dá a conhecer a história do grupo de Braga.

Rita Cunha
24 Jun 2021

O Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio assinala hoje o seu 85.º aniversário. São oito décadas e meia de uma longa caminhada recheada de memórias mas, também, de sonhos e projetos.

Por ocasião das Festas de S. João de Braga, e com o propósito de assinalar a data, o grupo tem patente no seu espaço museológico, o Museu do Traje, a exposição “Memórias de S. João – Da voz à dança”, a qual pode ser visitada no normal horário de funcionamento do espaço até à próxima quarta-feira, dia 30 de junho.

Nesta mostra, e tal como o nome indica, estão expostas memórias do vasto percurso do Grupo Dr. Gonçalo Sampaio, bem como o seu historial, demonstrando a forte raiz das recolhas do canto e dança, num legado rico e diversificado.

Fundado em 1936, durante as Festas de São João de Braga, este grupo destaca-se pelos trajes usados nesta região desde há 150 anos. O início da caminhada, há 85 anos, teve como impulso coros populares e polifónicos, orientados pelo musicólogo-botânico Gonçalo Sampaio. A partir do princípio que, voz é movimento no corpo, seu uso se torna estratégia de dança.

«A inseparabilidade da voz, corpo, dança leva ao relacionamento do professor Dr. Gonçalo Sampaio com o professor Mota Leite para a concretização de um ambicionado projeto, a constituição de um Grupo Folclórico que fosse mostra viva das memórias deste povo minhoto do Baixo Minho, tão rico em usos e costumes. Assim se juntaram cantares, música e dança num só grupo», explica a coletividade no texto de abertura da exposição.





Notícias relacionadas


Scroll Up