Fotografia: DM

Guimarães entrega réplica de espada do primeiro rei a Marcelo

Oferta será formalizada na sessão solene do 24 de Junho

R. de L.
23 Jun 2021

A Grã-Ordem Afonsina vai ofertar, amanhã, quinta-feira, uma réplica da espada de D. Afonso Henriques ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O gesto pretende sensibilizar o Chefe de Estado para a celebração do 24 de Junho como feriado nacional.

Fabricada com métodos artesanais a partir da espada em exposição no Museu Militar do Porto, por «mãos hábeis, dedicadas e devotadas de artesãos vimaranenses», aquele objeto de elevado valor simbólico será entregue a Marcelo Rebelo de Sousa pelo presidente da Câmara, Domingos Bragança, na sessão solene que terá lugar no Paço dos Duques de Bragança e onde o Presidente da República vai também receber a Medalha de Honra do Município.

«Esta peça celebra também as tradições vimaranenses, concentrando em si três saberes ancestrais: a cutelaria, a marcenaria e os curtumes. Quisemos portanto neste objeto e na caixa que o irá envolver demonstrar que Guimarães preserva o que de melhor tem», refere o documento que acompanha a oferta ao Presidente da República, da autoria da Grã-Ordem Afonsina.

Na conferência de imprensa, realizada na terça-feira, o presidente da Grã-Ordem Afonsina, Florentino Cardoso, realçou que Portugal «faz 893 anos» esta quinta-feira e que o 24 de Junho deve ser «definitivamente assumido como o Dia de Portugal», não fazendo sentido que se celebre a Restauração da Independência, a 01 de dezembro, a não a fundação do próprio país.

Aquela réplica da espada do primeiro rei será também benzida amanhã de manhã, durante uma eucaristia na Igreja de Nossa Senhora da Oliveira, sendo posteriormente levada, em cortejo, entre o padrão do século XIV que se encontra na Praça da Oliveira e a estátua de D. Afonso Henriques, frente ao Paço dos Duques, na Colina Sagrada.





Notícias relacionadas


Scroll Up