Fotografia: DM

Sinfonietta de Braga dá a conhecer património musical de Francisco de Sá Noronha

Um espetáculo musical, uma conferência e um webinar fazem parte do programa em braga do projeto “Descobrir Noronha”.

Rita Cunha
17 Jun 2021

A Sinfonietta de Braga quer dar a conhecer o património musical do compositor e violinista Francisco Sá de Noronha e aproximar o público da música erudita, contrariando a ideia de que se trata de um estilo musical reservado às elites. Para tal, criou o projeto “Descobrir Noronha” que passará por Braga esta semana através de um concerto, uma palestra e um ‘webinar’.

Em conferência de imprensa, o presidente da Sinfonietta de Braga, Pedro Oliveira, e o diretor artístico, Paulo Morais, explicaram que este projeto surgiu no âmbito dos 200 anos do nascimento do compositor, nascido em Viana do Castelo em 1820. Porém, devido à pandemia de covid-19, em 2020 apenas foi possível realizar um concerto em Castelo Branco, sendo que os restantes quatro transitaram para o corrente ano. Depois de Vila Real, no dia 5 de junho, o grupo bracarense atua no próximo domingo, dia 20, às 11h00, no Altice Forum Braga. Os 500 ingressos disponíveis são gratuitos mas têm de ser levantados nas bilheteiras.

Segundo os responsáveis, este espetáculo, com a duração de uma hora e 30 minutos, terá início com uma intervenção a cargo de Luísa Cymbron, que se tem dedicado ao estudo da obra e vida de Sá Noronha. Logo de seguida, a orquestra composta por 21 elementos e dirigida pelo maestro Brian Mackay fará uma abertura do compositor só para orquestra, a par de duas obras para violino em orquestra da sua autoria. De seguida, será interpretado o “Concerto para cordas em ré menor”, de Joly Braga Santos. De destacar, neste concerto, a presença do solista belga Eliot Lawson, que executará Allegro de Concert, de Henri Vieuxtemps. Para encerrar, o público poderá usufruir de uma outra abertura de Francisco Norberto dos Santos Pinto, intitulada “Crepúsculo”.

A expetativa dos responsáveis para este concerto é a de ter a casa cheia, uma vez que se trata de uma «oportunidade única» para conhecer a obra deste compositor, assim como os artistas que nele participam.

Ainda antes deste concerto, a Sinfonietta de Braga promove hoje, dia 17, através da sua página de Facebook, um ‘webinar’ com a Luísa Cymbron, onde será abordada a vida e obra de Sá Noronha. O início está marcado para as 17h15. Já no sábado, dia 19, às 11h30, tem lugar uma conferência na reitoria da Universidade do Minho. Em cada um destes dois eventos, serão sorteados dois livros da autoria da investigadora pelos participantes, sendo os vencedores anunciados posteriormente.





Notícias relacionadas


Scroll Up