Fotografia: Nuno Cerqueira

Esposende: Sinalização reforçada após alteração trânsito na zona industrial

O «reforço da segurança rodoviária e melhor escoamento de trânsito» foram as principais razões para obrigar agora as viaturas que circulam na avenida Comendador Francisco, sentido Repsol / SBL, a terem que virar à direita na interceção com a EN 103-1.

Nuno Cerqueira
3 Jun 2021

Uma alteração ao trânsito, na zona industrial de Bouro, entre Marinhas e Gandra, vai ter sinalização reforçada e maior vigilância das autoridades.

Ao que apurou este jornal, a situação é provisória e deriva do corte de trânsito na variante à EN103-1 para obra do canal interceptor junto na rotunda da Solidal, que, ao que tudo indica, ficará pronto em finais do mês do julho.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por E24 (@e24.pt)

O «reforço da segurança rodoviária e melhor escoamento de trânsito» foram as principais razões para obrigar agora as viaturas que circulam na avenida Comendador Francisco, sentido Repsol / SBL, a terem que virar à direita na interceção com a EN 103-1.

As viaturas que querem seguir para Esposende, têm que primeiro ir à rotunda da FMAC – acesso a Góios – e voltar para o sentido Barcelos / Esposende.

Segundo apurou este jornal junto de fonte da autarquia, a alteração, que tem sido alvo de algumas críticas, foi estudada e autorizada pela Infraestruturas de Portugal (IP).

«Vai ter sinalização reforçada. Antes era uma zona que acumulava filas face á interrupção de trânsito na variante. Desta forma conseguimos escoar melhor o trânsito», disse ainda a mesma fonte, que chegou a ter outra solução prevista, a obrigatoriedade de virar na rotunda interior, de acesso ao Continente, mas que seria uma solução menos indicada pelas entidades envolvidas.

No entanto nem todos os condutores estão a obedecer ao sinal de obrigatório ali existente, o que já levou a GNR a admitir que vai reforçar a vigilância naquele local.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up