Fotografia: DM

D. Jorge Ortiga convida a construir a família assente no modelo cristão

Arcebispo de Braga foi hoje a Viana do Castelo presidir à celebração do Encontro Diocesano das Famílias.

Jorge Oliveira
30 Mai 2021

O Arcebispo de Braga apelou hoje em Viana do Castelo à construção da família no dia a dia, alertando que a família está «desvalorizada» e «um pouco desacreditada».

No dia da solenidade da Santíssima Trindade, D. Jorge Ortiga foi a Viana presidir à Eucaristia do Encontro Diocesano das Famílias, durante a qual dez casais celebraram bodas matrimoniais.

Descobrir a «maravilha da vida em família» e ter a responsabilidade de a propor aos outros foram os principais reptos deixados pelo Arcebispo de Braga no 3.º Viana em Família – Encontro Diocesano das Famílias, que se celebrou na capela do Seminário Diocesano.

No dia da festa da Santíssima Trindade, D. Jorge Ortiga começou por convidar as famílias a colocarem-se continuamente perante o modelo da vida trinitária e a tornarem visível este modelo, frisando que há muitas propostas a concretizar.

Referindo que a família «é absolutamente prioritária» na vida das dioceses e das paróquias, o Arcebispo precisou que a família «precisa de ser descoberta na sua originalidade» e de «ser permanentemente e talvez teimosamente construída», não bastando ser constituída.
Sem querer ser alarmista, D. Jorge Ortiga alertou que a família está «desvalorizada e um pouco desacreditada», depois de afirmar que na comunicação social e no «anonimato das redes sociais» apresentam-se modelos de família sem «grande consistência».

Neste terceiro Encontro Diocesano das Famílias, organizado pela Pastoral da Família de Viana, celebraram presencialmente bodas matrimoniais dez casais (25 e 50 anos). D. Jorge Ortiga deu a benção apostólica estes casais e também a 250 família da Diocese que se inscreveram para o efeito.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up