Fotografia: Arquivo DM

Transportes Urbanos de Braga perdem quase 6 milhões de passageiros num ano em que a Agere regista lucros de 6,7 milhões

Agere atribui 100 mil euros dos lucros para apoio a causas sociais

Joaquim Martins Fernandes
29 Mai 2021

Num ano em que os Transportes Urbano de Braga (TUB) tiveram uma queda a pique no número de passageiros, a Agere, empresa responsável pela distribuição de água da rede pública, acumulou lucros de quase sete milhões de euros.

A revelação é feita nos relatórios e contas das cinco empresas municipais que integram o setor público empresarial do Município de Braga, que sobem à reunião camarária da próxima segunda-feira, dia 31 de maio.

O relatório e contas da transportadora municipal coloca à evidência o impacto que teve a pandcemia da Covid-19. Em 2020, apenas 6 milhões 961 mil 915 passageiros viajaram nos TUB, número que traduz uma descida de quase 44 por cento face aos 12 milhões 413 mil 299 passageiros transportados em 2019.

A forte redução teve impactos enormes no volume de receitas da transportadora, que teria entrado fortemente no vermelho se não tivesse beneficiado dos ganhos da concessão da exploração do estacionamento nas ruas da cidade de Braga e de um financiamento extraordinário da Câmara Municipal de Braga.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up