Fotografia: DM

Famalicão quer concentrar o máximo de empresas em parques

Município apresentou hoje a sinalética da rede dos seis parques empresariais do concelho

Jorge Oliveira
24 Mai 2021

O Município de Vila Nova de Famalicão apresentou hoje simbolicamente a sinalética  para as seis áreas de acolhimento empresarial existentes no concelho, identificadas pela marca IN Parques – Parques Empresariais de Famalicão.

Concentrar o máximo de empresas em áreas industriais, por forma a respeitar as diferenças entre zonas habitacionais e zonas empresarias, é um dos principais objetivo deste projeto inserido na estratégia de atração de investimento ao concelho.

«É muito importante que um território saiba distinguir o local para trabalhar e o local para residir. Se conseguirmos cativar e reter empresas em áreas empresariais estamos também a favorecer a qualidade do parque habitacional de Famalicão e a ajudar a criar melhores condições para que as pessoas possam viver em Famalicão e possam viver com qualidade», disse o presidente da autarquia.

Com esta sinalética, que enquadra aos seis parques empresariais do concelho, o município pretende também economizar do ponto de vista do investimento público. 

O autarca garantiu que estas seis áreas empresariais têm «instrumentos  premium», ou seja, as «melhores ferramentas» para que as empresas estejam lá sediadas.

Futuramente, a autarquia vai privilegiar os acessos do ponto de vista de transportes público e rodoviário a estas áreas empresariais.

A apresentação simbólica foi feita no Parque Empresarial Terra Negra, em Vilarinho das Cambas, que é dos seis da rede o que tem maior dimensão (quase 470 hectares).

Estiveram também o vereador que tutela os pelouros da Economia, Empreendedorismo e Inovação, Augusto Lima, e a presidente da Junta de Vilarinho das Cambas, Judite Costa.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up