Fotografia: Avelino Lima

Há cada vez mais estrangeiros a querer aprender português

O Curso Anual de Português Língua Estrangeira da UMinho tem registado um aumento da procura.

Rita Cunha
21 Mai 2021

A língua portuguesa é cada vez mais procurada por estrangeiros que a querem aprender e dominar seja no contexto cultural como profissional. Prova disso é a procura crescente que tem registado no Curso Anual de Português Língua Estrangeira, organizado pelo Instituto de Letras e ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho, através do seu centro de línguas, o BabeliUM.

Segundo Micaela Ramon, coordenadora da área do Português Língua Estrangeira da academia minhota, a língua tem atraído «cada vez mais o interesse de pessoas que, não sendo de países de língua oficial portuguesa, querem aprender português como língua estrangeira», pelo que esta «é uma dinâmica em crescimento» e que «dá ânimo para continuar».

Também o diretor do BabeliUM confessou sentir esta subida da procura. «Aquilo que temos observado é que a interculturalidade [do BabeliUM] é obtida não só através das línguas estrangeiras mas também da nossa língua», disse, vincando que muitos dos alunos provêm de Países de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) que «querem melhorar o conhecimento da língua portuguesa e sentirem-se mais seguros», uma vez que em alguns países, como em Timor, o ensino não tem sido o melhor.
Mas há ainda a realçar uma forte e crescente presença de interessados oriundos de países orientais, com destaque para a China. Para Jaime Costa, isto poderá dever-se a uma subida do investimento daquele país não só em Portugal mas também no Brasil e em África.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up