Fotografia: Arquivo DM

Arcebispo Primaz anuncia novidades no setor nacional da catequese

D. Jorge Ortiga antecipa que vai ser feita muita reflexão em torno das mudanças na catequese

Sampaio Viana
20 Mai 2021

O Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, anunciou, na passada quarta-feira, em Barcelos, novidades na Comissão Episcopal da Doutrina Cristã, responsável pelo setor da catequese.

O prelado disse que, na Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), está a ser preparado um documento «que vai exigir muita reflexão sobre a catequese, que terá muita novidade».

«Outro documento que está a ser preparado pela CEP é sobre a iniciação à vida cristã com as famílias e com as paróquias», acrescentou D. Jorge Ortiga.
O Arcebispo de Braga falava aos sacerdotes do arciprestado de Barcelos, no salão paroquial de Rio Covo Santa Eugénia, que se reuniram para a sua palestra mensal, que, neste caso, devido à pandemia, já não acontecia desde o passado dia 16 de dezembro.

Reportando-se ainda ao trabalho na CEP, o prelado bracarense informou que a mesma «preparou um documento sobre a ministerialidade da Igreja, que já vinha a ser preparado e agora encontrou nova vitalidade com as últimas determinações do Papa Francisco», nomeadamente com os ministérios laicais dos acólitos, leitores e catequistas e os possíveis ministérios laicais da caridade, família, juventude e evangelização.

«A Igreja sinodal está à procura de novos caminhos, com responsabilidade», disse também D. Jorge Ortiga, acrescentando que «a Igreja samaritana tem uma aposta na Caridade, que é constitutiva da Igreja, com a Fé e a Esperança».
Olhando para o momento que estamos a viver devido à pandemia, o Arcebispo Primaz falou ainda de funerais, procissões, crismas e proteção de menores.

Depois de D. Jorge ter falado, os sacerdotes presentes abordaram temas como as procissões, crismas, funerais, Primeiras Comunhões e Profissões de Fé, padrinhos de Batismo, pastoral familiar e pastoral juvenil.
A reunião do clero barcelense começou na igreja paroquial de Rio Covo Santa Eugénia, com a exposição e bênção do Santíssimo Sacramento e a oração de Laudes, atividade presidida pelo delegado arciprestal para a liturgia, padre Manuel Jorge da Silva Gomes, pároco de Viatodos, Minhotães e Monte Fralães.





Notícias relacionadas


Scroll Up